Convento de São Francisco de Beja

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/ADBJA/CSFBJA
Title type
Atribuído
Date range
1595-12-29 Date is certain to 1852-03-11 Date is certain
Dimension and support
4 liv., 1 mç.
Extents
4 Livros
1 Maços
Biography or history
Manuel Lourenço Casteleiro de Goes na obra "Beja XX séculos de História de uma cidade", apresneta uma descrição promenorizada dos principais momentos da história do convento e que agora citamos: "Sobre a fundação do convento franciscano de Beja as opiniões têm sido induzidas num erro que inexplicavelmente nunca foi esclarecido apesar de o documento original do pedido das autoridades bejenses para os frades franciscanos virem para Beja estar transcrito num dos livros da Câmara. Está datado de 20 de Novembro da era de 1324 que corresponde ao ano de 1286 que anda trocado por 1268, o que deu ensejo a que os factos tenham sido atribuídos aos últimos anos do reinado de D. Afonso III, quando afinal tudo se passou já em pleno reinado de D. Dinis.

Túlio Espanca, na senda de Frei Jerónimo de Belém (contrariando a versão do analista franciscano Wading, que data o projecto da década de 1290), considerou também o dito ano de 1268 como o ano da fundação deste convento e cita como seus patrocinadores o alcaide-mor Lopo Esteves e os vereadores Diogo Fernandes e Vasco Martins, quando afinal no documento se referem muitos outros nomes de peso da fina-flor social de Beja sem em nenhum passo do escrito se referir mais do que o grande desejo das autoridades locais de, com assentimento do rei, convidarem os frades de S. Francisco <
Este convento recebeu muitos benefícios régios entre os quais um concedido pelo rei Lavrador em 1327, que constou da concordata feita sobre os direitos fúnebres entre Domingos Galego, guardião do mosteiro, mestre Martinho, reitor de Santiago, e Mateus Sernião, vigário da vara, e um outro cuja data de instituição teve lugar em 1603, por Filipe II, e que consistia num contributo anual de dez mil réis, a retirar das rendas do Concelho, a título de esmola pelas pregações da Quaresma, e que foi confirmado em 1607 por este mesmo monarca que em 1610, por alvará, autoriza ainda que se auxiliem as obras de reparação do convento à custa das ditas rendas.

O edifício sofreu intervenções importantes nos reinados de D. Pedro II e de D. João V, que lhe modificaram o aspecto arquitectónico, altura em que desapareceu a primitiva igreja gótica do tempo de D. Dinis, de que não há elementos descritivos ou iconográficos, mas que o cronista

Fr. Jerónimo de Belém afirma ser das mais bem ideadas da Província Portuguesa".

A extinção das Ordens Religiosas em Maio de 1834, determinou a secularização do edifício, e a sua entrega, quase imediata, ao Batalhão Provisório de Beja, o qual por decreto de 1 de Novembro de 1846 se integrou no Batalhão Nacional de Caçadores, da mesma cidade.

Esta unidade foi dissolvida por decreto de 29 de Agosto de 1851, dando lugar ao Regimento de Infantaria 17, que se alojou no convento a partir de 15 de Maio de 1862, tendo como comandante o coronel D. Francisco de MelIo Breyner, 2º Conde de Mafra. A mesma unidade foi extinta pela reorganização militar de 1937 e substituída pelo Regimento de Infantaria 3, aliás preenchido pelo corpo de oficialidade e praças do anterior, unidade que abandonou, na década de 1950, o velho imóvel franciscano, quando da sua fixação no moderno quartel suburbano da cidade.

Custodial history
Em 1988, a documentação, que se encontrava na Direção de Finanças, Repartição da Tesouraria do Distrito de Beja foi incorporada no Arquivo Distrital de Beja.

A documentação foi sujeita a tratamento arquivístico, no início da década de 1990. O grupo de Arquivos Eclesiásticos encontrava-se dividido por cinco Grupos de Fundos. Cada um deles é composto pelos fundos conventuais, neles se incluem toda a documentação proveniente do respectivo cartório, aquando da sua extinção em 1834. O Grupo de fundos foi organizado por Ordens Religiosas e ordenados alfabeticamente.

No ano de 2012, no âmbito do regulamento do Concurso: “Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais 2012”, promovido e patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian, o Arquivo Distrital de Beja, apresentou a candidatura: “Projeto – Ordens Monástico-Conventuais no Baixo – Alentejo, 1415-1911”, processo n.º 123075, tendo a mesma sido aprovada. Esta candidatura possibilitou a mais recente intervenção arquivística possibilitando a descrição e digitalização.
Acquisition information
Incorporação proveniente da Direção de Finanças, Repartição da Tesouraria do Distrito de Beja em 1988.
Scope and content
Tombo das capelas, descarga, capelas, escrituras, testamentos, breves apostólicos
Arrangement
Organização em séries documentais correspondendo à tipologia formal dos actos.
Access restrictions
Comunicável, salvo os originais em mau estado de conservação.
Conditions governing use
Reprodução sujeita a restrições atendendo ao número, tipo de documento, estado de conservação e existência de cópia em formato digital. Sujeito à tabela emolumentar em vigor.
Other finding aid
ARQUIVO DISTRITAL DE BEJA - [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha]. Beja: ADBJA, 2013- . Disponível no Sítio Web e no Portal português de Arquivos. Em actualização permanente.



INSTITUTO DOS ARQUIVOS NACIONAIS/TORRE DO TOMBO - "Ordens monástico-conventuais: inventário: Ordem de São Bento, Ordem do Carmo, Ordem dos Carmelitas Descalços, Ordem dos Frades Menores, Ordem da Conceição de Maria." Coord. José Mattoso, Maria do Carmo Jasmins Dias Farinha. Lisboa: IAN/TT, 2002. XIX, 438 p. ISBN 972-8107-63-3.



Inventário artístico de Portugal : Distrito de Beja. Lisboa : Academia Nacional de Belas Artes, 1992. 2 vol : il ; 30 cm



Goes, Manuel Lourenço Casteleiro de, 1945- Beja : XX séculos de história de uma cidade / Casteleiro de Goes. - Beja : Câmara Municipal de Beja, 1999. - Vol. 2
Related material
Portugal, Arquivo Nacional Torre do Tombo.



Portugal, Arquivo Distrital de Beja, Direção de Finanças, Repartição da Tesouraria do Distrito de Beja.



Portugal, Biblioteca Nacional de Lisboa.



Portugal, Biblioteca Pública de Évora.
Creation date
7/8/2011 12:00:00 AM
Last modification
10/18/2013 10:47:24 PM