Processos de Proclamas ou Banhos Matrimoniais

Description level
Series Series
Reference code
PT/ADBJA/DIO/CEBJA/005
Title type
Atribuído
Date range
1701-02-11 Date is uncertain to 1888-05-29 Date is uncertain
Dimension and support
559 proc.
Scope and content
“Banho de casamento” era, Pregão que o Pároco lança na citação, para ver se há que ponha impedimento ao casamento. Chamasse pregão, porque se apregoa.Esses banhos são ditos em três dias santos.

Neste sentido Banho se deriva de BANN que em língua alemã, quer dizer publicação.

Solemis futurarun nuptiaran denuntiatto, ou promulgatio, onis palari Cannabij. Perconium.”

Os proclamas corriam na paróquia dos contraentes, ou em ambas as paróquias no caso de residências diversas. O pároco, primeiramente, anunciava a intenção de contrair matrimônio dos noivos. Este anúncio era feito três vezes sucessivas durante a missa - após terminado o Evangelho e antes da prática ou homilia, aos domingos e nos dias santos de guarda. Após anunciar a futura união, o sacerdote conclamava os fiéis a que denunciassem qualquer impedimento para a realização do casamento.

No que competia aos Banhos, dispõe-se ainda nas constituições o que

explicita o artigo número 269:

Os que pretenderem casar, o farão saber a seu Parocho, antes de se celebrar o matrimonio de presente, para os denunciar, o qual, antes que faça as denunciações se informará se há entre os contrahentes algum impedimento, e estando certo que o não há, fará as denunciações em três domingos ou dias santos de guarda contínuos [...].
Language of the material
por (português)
Creation date
9/20/2012 10:21:41 AM
Last modification
5/8/2015 10:42:14 AM