Estabelecimentos Industriais Metalúrgica Alentejana

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/ADBJA/EMP/EIMA
Title type
Atribuído
Date range
1947 Date is certain to 1983 Date is certain
Dimension and support
26 cx.
Extents
26 Caixas
Biography or history
A constituição da sociedade “A Metalúrgica Alentejana” ocorreu a 23 de fevereiro de 1918 e teve como embrionária a sociedade “Mendonça & Cia” propriedade de António Maria Mendonça.



De acordo com a escritura de constituição da sociedade celebrada no Cartório Notarial de Beja, a esta sociedade dedicava-se à produção e venda de alfaias agrícolas e desenvolvia a sua atividade no âmbito da indústria siderotécnica.



Entre os seus fundadores encontram-se os empresários António Maria Mendonça, Hermano Roeder e Álvaro Pereira Athayde.



Os anos seguintes são marcados pelo crescimento gradual da sociedade, verificando-se um reforço do capital investido, o que permitiu a levou à ampliação das instalações e a aquisição de máquinas e equipamentos.



Sobre a evolução da atividade empresa até finais dos anos 30 pouco se consegue apurar, no entanto, é possível afirmar que com a entrada na empresa de Carlos Roeder, filho de Hernano Roeder e fundador dos Estaleiros São Jacinto, em Aveiro, esta passou a dedicar-se à produção de peças navais e progressivamente diversificando a sua oferta.



No ano de 1958, Carlos Alberto Roeder, filho de Hermano Roeder, António dos Santos Coelho, Augusto César de Oliveira, António Joaquim Coelho, José Manuel Parreira e Páscoa e Bento José do Carmo constituem entre si a sociedade comercial por quotas de responsabilidade limitada “Estabelecimentos Industriais Metalúrgica Alentejana, Limitada”, com sede em Beja na Rua de Lisboa, prevendo a possibilidade de ter sucursais e filiais em qualquer parte do país.



O objeto da sociedade é alargado passando a dedicar-se ao exercício do comércio e indústria de construções metálicas, serralharia, fundição de fabrico de aparelhagem para a agricultura, especializando-se na produção procurando satisfazer a procura por peças destinadas à reparação de máquinas agrícolas, procedendo ao seu fabrico. É também na década de 50 que se regista um acentuado crescimento do número de encomendas para que a empresa procedesse à transformação de motores a óleo em motores a gás.



Através de escritura celebrada no Cartório Notarial de Beja a 10 de janeiro de 1964, Carlos Roeder cede e transfere a Arménio Domingos Quaresma Guerreiro, Hilário Gomes da Silva, João Magalhães parte da sua cota na empresa. Nesse mesmo ano, a 25 de abril a sociedade de responsabilidade limitada é transformada em Estabelecimentos Industriais Metalúrgica Alentejana, Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada.



Com o falecimento do industrial Carlos Roeder a empresa perde fôlego e entra numa espiral de declínio, ficando à beira da falência em abril de 1974, sem que a gerência fosse capaz de apresentar soluções para o problema.



Em maio de 1975, por pressão dos trabalhadores, os administradores dos Estaleiros de São Jacinto, sócio maioritário, determinaram que a gestão da empresa fica a cargo dos trabalhadores, situação que se manteve por cerca de dois anos. Durante esse período, os trabalhadores procuraram valorizar a empresa e assegurar o cumprimento das obrigações assumidas com os clientes e fornecedores e ainda o pagamento dos encargos sociais.



Entretanto, em 1977, o Conselho de Administração e Fiscal volta a assumir a gestão da empresa tendo efetuando nesse mesmo ano um reforço do capital social da empresa, sequência de deliberação daquele órgão realizada em setembro desse ano, elevando o capital social em 4 milhões de escudos, num total de 11 milhões e quinhentos mil escudos e que leva à entrada na empresa da “Trigal – Tractores e Alfaias Agrícolas, Limitada”.



Apesar dos esforços para manter a empresa em funcionamento, no ano de 1988 os seus bens foram colocados à venda em hasta pública.
Custodial history
Desconhece-se a forma e data de aquisição.
Acquisition information
Desconhecida
Scope and content
Contém processos de clientes e fornecedores, desenhos de peças e máquinas agrícolas projectos de arquitectura e máquinas, entre os quais o da central de camionagem de Beja. A sua documentação permite o estudo especialmente financeiro de uma empresa metalúrgica de grande envergadura.
Accruals
Por se tratar de um fundo fechado não se prevê o ingresso adicional de documentos
Arrangement
Em organização
Access restrictions
Comunicação condicionada ao Regime geral dos arquivos e do património arquivístico. (Dec.º-Lei nº16/93 de 23 de Janeiro, art.º 17.º - n.º 1 e 2)
Conditions governing use
Reprodução condicionada ao estado de conservação. Sujeita à tabela emolumentar em vigor.
Other finding aid
Inventário
Creation date
7/8/2011 12:00:00 AM
Last modification
10/20/2021 2:13:12 PM